domingo, 1 de novembro de 2015

Dom António Moiteiro encerra hoje Visita Pastoral à Paróquia de Agadão

Foi hoje na Eucaristia das 16,00h que precedeu a visita ao cemitério, que Dom António Moiteiro deu por encerrada a visita Pastoral à Paróquia de Agadão.
A Comissão da Fábrica da Igreja entregou ao Senhor algumas lembranças da Paróquia.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Apresentação da Tânia

Obrigado Tânia
http://www.agueda.tv/archive.ud121?theme=Local&oid=7854703

Um novo trilho para Agadão

Vamos lá apoiar a iniciativa da Tânia... a nossa terra tem todas as condições para ser uma referência nesta área.
Acedam ao link
http://orcamentoparticipativo.cm-agueda.pt/

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

A notícia aos poucos começava a chegar a todos... fria como o dia:
O ARMANDO MORREU!
O Armando? Qual Armando?
Confirmava-se... a sua alegria, a sua forma de estar sempre alegre, sempre amiga, sempre disponível para ajudar, apagou-se.
Mas o Armando irá prevalecer no coração dos amigos, nos mais próximos e nos que apenas partilharam alguns momentos com ele...
Descansa em Paz Armando

domingo, 3 de novembro de 2013

03.NOV.2013 - DOMINGO - Tarde algo inconstante na Lomba de Agadão:por vezes um sol quente e brilhante que nos leva a semicerrar os olhos,depoisas nuvens que conferem ao adro as primeiras impressões do inverno que começa a marcar o tempo com um frio que já incomoda.
O cemitério fervilha de gente que vem "arranjar a campa" da família; uns com flores bonitas, viçosas,naturais, outros com flores de fantasia...
A eucaristia é agora mesmoàs 16:30h e a comunidade cristã de Agadão afluiu à Igreja Paroquial... este também é um tempo das pessoas se juntarem,conversarem... partilharem ideais comuns...
Uma aldeia da serra de Agadão.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

20130808 Ontem e antes de ontem houve reboliço na Freguesia: Um idoso do Caselho desapareceu na tarde de terça-feira e ninguém sabia para onde. De facto o Diamantino Frade do Caselho, decidiu dar uma volta por sua conta e debilitado como estava deixou toda a família e amigos em polvorosa. Passavam as horas e o Ti Diamantino não aparecia...
Caiu a noite e então temeu-se o pior. O Ti Diamantino foi um homem sempre duro que o amanho das terras e o trabalho nas madeiras preparou para as coisas mais difíceis da vida mas a doença tinha-lhe tirado muito do seu fulgor de antigamente... e não apareceu naquela noite.
Muitas procuras muito chamar pelo Ti Diamantino mas do outro lado não havia resposta. Felizmente a boa notícia apareceu ao meio da tarde de ontem: O Ti Diamantino foi encontrado junto à rotunda do Caselho. Um pouco confuso, com sinais de ter caminhado muito, mas ali estava ele vivinho da silva.
Hoje o Ti Diamantino é um outro homem, mais abatido pela doença... o brilho dos seus olhitos quando voltava do Brasil e dizia "ainda lá hei-de de voltar", esmoreceu...
"Ó paz, tu és pinado" dizia ele naquele tom malandreco de que a gente nova gostava.
Vamos lá Ti Diamantino reavivar esse espírito. Que Deus o ajude a ultrapassar essa fase difícil.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Era conhecido entre nós que convivemos algum tempo com ele como o Paulo "da Edite". Filho do Jaime e da Edite, moradores na Lomba, o Paulo era o primogénito deste casal. Companheiro de alguns dos bons momentos que tive em Agadão, cedo o Paulo teve que procurar, como tantos outros, o seu futuro longe da sua terra natal.
Era raro vê-lo por cá. Estava agora em França a lutar por um futuro melhor... a vida não foi fácil para ele e a luta foi mais longe quando teve de enfrentar uma doença que se revelou fatal.
Era um jovem adulto o Paulo... mantinha de certeza na sua alma os sonhos que tantos outros que procuraram o seu futuro longe do calor da família também têm... terá conseguido? quase de certeza que não conseguiu!
O Paulo deixou-nos na passada semana e com ele partiram algumas das nossas memórias. Que o Paulo seja feliz junto de Deus.
Até sempre Paulo